Pesquisar no site

Contato

Emerson Marques
Três Lagoas - MS

(67) 8421-3506
(67) 9126-9644

emersonmarquestl@yahoo.com.br

Enquete

Você Gostou do Nosso Site?

Total de votos: 101

Transformados Para Apascentar

19/06/2010 02:36

Transformados Para Apascentar

Ser Pastor É
No geral, é dever do pastor dirigir a Igreja Local e cuidar de suas necessidades espirituais. Em Atos 20.28-31, estão discriminadas algumas atribuições específicas do pastor, tais como: apascentar a Igreja, refutar heresias doutrinárias e exercer vigilância contra pretensos opositores.
A figura do pastor é primordial para que a Igreja alcance seus propósitos, devendo o mesmo ter como modelo o próprio Jesus Cristo, qualificado como "o bom pastor" (João 10.11,14; I Pedro 2.25; 5.2-4).
Em sua primeira carta, o apostolo Pedro identificou Jesus Cristo como sendo o "Sumo Pastor" da Igreja Cristã (I Pedro 5.5).
Na Bíblia Sagrada, a função do pastor numa igreja é apascentar (cuidar), de acordo com o dom dado por Cristo (Efésios 4:11), para que haja o aperfeiçoamento dos membros (cristãos) do Corpo de Cristo (Igreja) (Efésios 1: 22 e 23). Esse dom tem como principal manifestação o amor (João 21:17)
O Ministério pastoral é reconhecido como o mais alto patamar eclesiástico. Sendo que cada igreja evangélica ou protestante têm sobre os pastores locais, pastores que lhes ajudam a reger as condições maiores em âmbito regional, nacional ou mundial.
O dom de pastor proporciona uma liderança espiritual para levar a igreja adiante em sua missão por Cristo à medida que ele supervisiona o trabalho. Como apascentador ele lidera, alimenta, guarda, protege e supervisiona o rebanho. Ele é o “líder, treinador principal do time. Ele é o pastor que cuida do seu rebanho sob a direção do Sumo Pastor.
O pastor é um elemento equipador do povo de Deus. Ele equipa os membros da igreja para fazerem seu trabalho de ministério para a edificação do corpo de Cristo. Ele se multiplica a si mesmo à medida que capacita e envolve outros no ministério e no testemunho. Conforme a igreja busca alcançar as pessoas para Cristo, suas necessidades de cuidados e direção espiritual precisam ser supridas. Um pastor não pode supervisionar todas as pessoas. Suprir as necessidades de todo o povo exige o concurso do ministério leigo. Requer o ministério de todo o povo. Os pastores devem treinar e equipar os membros do corpo para se apascentarem mutuamente. Isto capacita a igreja a crescer abundantemente conforme as necessidades do povo são supridas. Eles são fortalecidos e capacitados para cuidar, testemunhar e ministrar uns aos outros.
Outros na igreja, da mesma forma que o pastor, têm o dom de pastor. O dom pastoral pode ser usado como pastor titular ou como pastor auxiliar, professor de Escola Dominical, ministério especiais (jovens, crianças, solteiros, etc), visitação entre outros.
Todo dom é para ser usado no evangelismo! O dom de pastor é especialmente eficiente no testemunho de Cristo. Todo pastor deve ter uma preocupação pêlos perdidos e ser equipado para evangelizá-los intencionalmente. Também ele deve equipar os membros do corpo para compartilhar a mensagem do evangelho.
O pastor, normalmente, é uma pessoa paciente, zelosa e voltada para os outros. Tem uma personalidade agradável que tende a atrair as pessoas. É um líder expressivo, calmo e sensível, que serve com au­toridade. Ele se preocupa em ver as pessoas crescendo e está pronto a estudar e a se preparar para alimentar seu rebanho. Está mais voltado para o relacionamento do que para a tarefa. Demonstra compaixão e é tolerante com as fraquezas das pessoas. Pode fazer muitas coisas bem. Os outros sempre pensam que é sua função fazer todo o trabalho da igreja ao mesmo tempo em que deve estar sempre disponível. Pensam que ele tem respostas para tudo. Muitos acham que é seu trabalho fazer todo o evangelismo, mas ele pode ficar tão absorvido com seus deveres pastorais a ponto de negligenciar o evangelismo. Ele pode se tornar tão envolvido na tentativa de fazer tudo sozinho a ponto de comprometer o crescimento espiritual dos membros da igreja e ainda acabar se esgotando. Quando o pastor não equipa o povo delega tarefas, sua carga se torna muito pesada. Satanás o tenta para que se torne orgulhoso e inchado, porque as pessoas o têm como referência. Algumas vezes, os problemas familiares se desenvolvem porque o pastor, devido à sua sobrecarga de trabalho, dedica muito pouco tempo e atenção à sua família.O dom de pastor é a chave para a saúde e crescimento da igreja. A igreja refletirá a liderança de seu pastor.